Impotência, você precisa saber!

Publicado por gilsonlira em

Impotência ou disfunção erétil acontece quando o homem não consegue ter uma ereção suficiente forte para completar uma relação sexual.

A dificuldade pode ocorrer ocasionalmente, o que não se configura uma doença.

Falhar no ato sexual algumas vezes na vida pode acontecer com qualquer homem.

Até porque nem sempre se está física e psicologicamente pronto para um ato que consome grandes quantidades de energia.

 

Série de vídeos sobre a impotência sexual, fácil de ser entendida, veja:

Com o passar da idade, o homem experimenta uma queda em seu rendimento sexual, comparado consigo mesmo em idade mais jovem.

Mas quando acontece com frequência é necessária uma ação para resolver.

A solução preferida qual é?  Correr pro Viagra!

Calma lá parceiro… Vamos nos informar primeiro.

 

disfunção erétil e os conflitos

A impotência já é um problema de saúde pública:

Numa pesquisa de 2013, no Brasil, 47% dos homens entre 16-70 anos passaram por algum problema que levou a impotência.

32% com impotência mínima (falhas ocasionais)

12% com impotência moderada ( a meia bomba)

3% com impotência completa (sem nenhuma ereção)

A faixa de idade mais complicada se inicia aos 40 anos, forte concentração aos 50 anos e 72% dos indivíduos com idades acima de 65 anos desenvolvem impotência moderada e completa.

Na rapaziada a coisa está pegando em função do estresse e outros:

  •  o já conhecido “cansaço da informação” fruto da conexão 24 hs com a internet,
  • correria do trabalho, estresse alto.
  • o estudo constante,
  • a busca por resultados maiores,
  • o desemprego dos recém saídos da faculdade, com frustração e depressão.
  • o dinheiro curto e as necessidades crescentes.

Tudo isto afeta o desempenho sexual dos homens jovens.

A boa notícia é que nos casos de impotẽncia mínima, que correspondem a maioria dos casos, o tratamento é simples.

A notícia ruim: os casos de impotência dobrarão até o ano de 2025.

 

homem de estilo meia idade

Aonde vai parar?

Isto significa que quase toda a população masculina em idade adulta passarão por dificuldades sexuais.

A outra notícia ruim, 90% dos homens não procuram ajuda médica especializada e podem complicar a recuperação.

As causas da impotência podem ser doenças graves, algumas silenciosas como a hipertensão arterial e a depressão.

O dano mais agudo da automedicação é levar a doença a se agravar de uma forma que o quadro clínico fica irreversível.

Mascarar os sinais de uma doença é grave para a sua saúde.

A consulta ao médico urologista para tratar as causas reais da impotência sexual é o procedimento seguro a ser adotado.

Porém o sistema médico brasileiro é elitista e limitado, o custo é absurdo e a quantidade insuficiente de profissionais no mercado gera este quadro de caos na saúde.

 

consulta ao médico

Dois problemas acontecem quando se decide ir ao médico:

O sistema único de saúde, o SUS, carece de eficiência em quase todo o país.

O tempo para se obter as consultas desta natureza é longo e a sorte de topar com um médico pronto a diagnosticar com precisão as origens da enfermidade é pouco provável.

 

Nos planos de saúde, se consegue a consulta de forma rápida, porém o diagnóstico e tratamento segue um padrão industrial, devido ao tempo curto dedicado nas consultas.

Os planos de saúde restringem muito os exames laboratoriais e o diagnóstico por imagem necessário, quando a solicitação tem a classificação como exames de rotina, são negados em alguns planos.

 

intoxicação

Geralmente o que acontece?

O médico receita o citrato de sildenafila genérico, começando com doses de 25 mg a 50 mg.

Alguns mais cuidadosos pedem exames laboratoriais e tratam alguma enfermidade encontrada com remédios alopáticos que curam uma doença e trazem pesados efeitos colaterais.

No médico particular, é solicitado os exames laboratoriais de forma completa, é feito exame de contraste e ecografia doppler no pênis para avaliar se as estruturas estão boas.

Também é realizada uma avaliação psicológica extensa e um programa terapêutico é recomendado.

Para os casos tratáveis com medicamentos, o Cialis é o mais recomendável, em função dos efeitos mais amplos.

Na rede de drogarias mais baratas, pela internet, o custo sugerido do Cialis do Elly Lilly, caixinha com 4 comprimidos, super promoção, de R$ 214,00 cai para R$ 160,00.

O custo? Certamente muito longe daquele suportável pelos brasileiros.


BANNER PEQUENO POTENCIA do homem


Um detalhe, nenhum médico deseja endossar uma terapia fitoterápica, alegando não haver embasamento científico adequado, mesmo reconhecendo os efeitos benéficos dos vegetais.

Mesmo que os fitoterápicos sejam seguros, não viciam, não se acumulam no corpo, sem contraindicações e sem efeitos colaterais para o organismo, os médicos relutam.

O que se observa facilmente, nenhum médico fala das graves consequências que alguns pacientes têm com o Viagra, o Cialis e o Levitra.

As contraindicações para hipertensos por causar AVC, os acidentes com priapismo e pertubações físicas graves estão ficando constantes.

 

medicamentos contra a impotência

Os medicamentos tradicionais

A indústria de medicamentos para a impotência movimenta mais de 1,5 bilhão de dólares todos os anos e crescendo o faturamento.

Com essa dinheirama, será que a saúde plena do paciente é o centro da questão?

E os vendedores de medicamentos que não saem dos consultórios?

Não estão lá apenas para informar ao médico, mas também combinar comissões ou premiações especiais como gratidão pelas recomendações.

O remédio alopático, os tradicionais receitados, são classificados pela toxidade e efeitos colaterais, daí as tarjas de identificação.

O médico receita sabendo onde este remédio vai curar e onde vai causar efeitos colaterais.

Faz uma média que pode gerar certa qualidade de vida para o paciente.

Porém, as pesadas moléculas do remédio nem sempre são eliminadas pelo organismo.

Vão continuar envenenando o paciente por anos.

Medicamentos de uso contínuo certamente trará consequências graves ao organismo.

 

Uma simples aspirina

Por exemplo, um simples AAS, ácido acetilsalicílico, você já leu as contraindicações, efeitos colaterais, interações com outros medicamentos e precauções a serem tomadas?

Um fato grave que é facilmente observável: muitos médicos receitam medicamentos sem conhecer a real condição do paciente, não perguntam sobre alergias e incompatibilidades ou se estão tomando outra medicação que pode interagir.

Os resultados são acidentes terríveis!

Por isso as dicas importantes de quem já passou pelo drama da impotência e conseguiu superar sem danos a saúde.

 

banner potência do homem

 

Conclusão:

Disfunção erétil e a sua saúde

Conselho de amigo! Se puder evitar o remédio tradicional, não pense duas vezes em usar uma alternativa natural.

Alguns procedimentos ajudam muito na terapia e é para isto que estamos aqui.

Vamos ajudá-lo a ter qualidade de vida, mais saúde e satisfação.

Converse com seu médico sobre as alternativas naturais e aproveite as dicas da Potência do Homem.

A equipe Potência do Homem se une ao Homem de estilo num esforço para acabar com a impotência de forma saudável e sem efeitos colaterais para você.

Seja feliz, faça mais sexo!

BANNER PEQUENO POTENCIA XII